Bolsa de Investigação para licenciado – Projecto TURNOUT

Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma Bolsa de Investigação licenciado no âmbito do Projeto TURNOUT: Desenvolvimento do Turismo Outdoor da Região Norte de Portugal – POCI-01-0145-FEDER-032289 financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do Programa Operacional Competitividade e Inovação (POCI) e pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. (OE)

Requisitos de admissão: Os/As Candidatos/as à referida bolsa deverão ser mestres em áreas das Ciências da Computação/Engenharia Informática, privilegiando as áreas do Sistemas de Informação Geográfica (SIG), e ter conhecimentos, competências e experiência na componente SIG, em particular:

– Criação, atualização e gestão de base de dados;

– Aquisição, edição e validação de informação analógica ou digital, nos vários formatos para integração em Sistemas de Informação Geográfica;

– Recolha, levantamentos de campo com recurso a GPS;

– Análise e tratamento de dados, conhecimentos de georreferenciação de informação cartográfica digital;

– Tratamento fotográfico digital e concepção/atualização de cartografia através de desenho assistido por computador;

– Modelação de dados geográficos em ambiente SIG; –

Conhecimentos de regras e normativos relacionados com os SIG;

– Análise espacial em formato vectorial e matricial para produção de nova cartografia ou para apoio a projetos/estudos (planos de ordenamento e planeamento territorial, estudos de localização e geomarketing) com vista à identificação de zonas de vocação estratégica;

– Participação em projetos similares com componente SIG;

 – Conhecimento na área /tema do projeto (ex. Turismo Outdoor, Turismo Natureza, Turismo Ativo);

– Desenvolvimento de portais Web SIG recorrendo a sistemas de bases de dados geográficos, servidores cartográficos (ex: Geoserver) e ferramentas/bibliotecas de criação de interfaces Web de visualização de dados geográficos sobre mapas.

–  Boa comunicação oral e escrita técnico-científica;

– motivação para trabalho em equipa, capacidade de organização e autonomia.

O/A candidato/a deve apresentar carta de condução, disponibilidade para deslocações visto que o trabalho poderá ser desenvolvido no exterior, em vários locais do Norte de Portugal.

Plano de trabalhos: O(a) bolseiro(a) participará nas atividades seguintes:

– Desenvolvimento de um Sistema de Informação Geográfico (Georreferenciação) para o Turismo Outdoor na região Norte;

–  Registo georreferenciado (atividade de mapeamento) dos atributos referentes à procura e oferta turística do turismo outdoor;

– Identificação de áreas / zonas de vocação estratégica para a prática de atividades turísticas no âmbito do turismo outdoor na região norte;

– Preparação e organização de informação para a componente de multimédia e informática do Projeto (ex. Websites e App);

– Colaboração na componente de multimédia e informática do Projeto.

Outros componentes: Redação de relatórios técnicos e artigos científicos e sua apresentação e publicação em eventos.

Legislação e regulamentação aplicável: Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. – em vigor (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/regulamento.phtml) e Estatuto do Bolseiro de Investigação (https://www.fct.pt/apoios/bolsas/estatutobolseiro).

Local de trabalho: O trabalho será desenvolvido na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo sob a orientação científica da Professora Doutora Alexandra Isabel Lopes Correia. Sendo um projeto com vários parceiros, de âmbito regional, algum trabalho implicará deslocações a nível da região Norte.

 Duração da bolsa: A bolsa terá a duração de 6 meses com possibilidade de renovação até ao máximo de 24 meses.

Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a 745€ para candidatos com licenciatura, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores) e será pago através de transferência bancária.

Avaliação das candidaturas: As candidaturas serão avaliadas tendo em conta os critérios de seleção abaixo enunciados e atribuída uma nota de 0 a 20 valores. Em caso de empate dos primeiros classificados(as) será realizada uma entrevista aos 3 primeiros classificados. No caso de desistência do bolseiro selecionado será selecionado, automaticamente, o segundo candidato da lista ordenada de seriação dos candidatos e assim, sequencialmente, até esgotar os candidatos apresentados com nota igual ou superior a 9,5 valores.

Critérios de seleção: A avaliação curricular será efetuada com base nos seguintes pontos: habilitações literárias requeridas [40 pontos], experiência de trabalho de campo na área (recolha, análise de dados primários e secundários, avaliação e apresentação) [30 pontos] e experiência profissional relevante na área [30 pontos]. Em caso de empate dos primeiros classificados(as), será realizada uma entrevista [50 pontos] com a seguinte ponderação: motivação para os objetivos do projeto [20 pontos], competências de comunicação científica [10 pontos], expressão oral na língua portuguesa [10 pontos] e domínio do inglês [10 pontos].

Composição do Júri de Seleção: Professora Doutora Alexandra Isabela Lopes Correia (presidente do júri), Professora Doutora Deolinda Goretti Silva (vogal efetivo), Professor Adjunto Joel Filipe Almeida Pereira (vogal efetivo), Professor Doutor Carlos de Oliveira Fernandes (vogal efetivo) e Professora Doutora Paula Odete Fernandes (vogal suplente).

Forma de publicitação/notificação dos resultados: Os resultados finais da avaliação serão publicitados, através de lista ordenada com nota final obtida, afixada no Portal do IPVC (www.ipvc.pt) sendo o candidato(a) aprovado(a) notificado através de correio eletrónico.

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto de 20 de novembro a 3 de dezembro de 2019. As candidaturas devem ser formalizadas, obrigatoriamente, através do envio de carta de candidatura referindo o título e referência do projeto, descrevendo a motivação e os objetivos profissionais do candidato, acompanhada dos seguintes documentos: (1) Curriculum vitae, (2) Cópia dos certificados de habilitações com discriminação das classificações obtidas nas disciplinas do respetivo curso e classificação final, (3) Documento atualizado comprovativo da situação profissional, com indicação da natureza do vínculo, funções, e carga horária média anual (se aplicável), podendo substituí-lo por declaração sob compromisso de honra caso não exerça qualquer atividade profissional ou de prestação de serviços, (4) Até três cartas de referência (facultativo). As candidaturas deverão ser enviadas por e-mail para otic@ipvc.pt e ainda via correio para: Instituto Politécnico de Viana do Castelo OTIC-IPVC Rua Escola Industrial e Comercial de Nun’Álvares, n.º 34 4900-347 Viana do Castelo | Portugal

Consulte o anúncio original em eracareeers.

You May Also Like