O poder dos mapas – o mapeamento do campo de Zaatari

Em 2015, o professor de Geografia Brian Tomaszewski visitou o campo de refugiados de Zaatari, no âmbito de um projecto de investigação sobre a implementação de infraestruturas em campos deste género.

O campo de Zaatari alberga cerca de 80 000 refugiados sírios, num espaço complexo do ponto de vista da distribuição espacial, onde era difícil identificar onde cada infraestrutura se localizava. Perante esta realidade, Tomaszewski achou que podia fazer mais, percebeu que num campo desta dimensão, o seu mapeamento podia fazer a diferença no entendimento do espaço como um todo, e apesar de no campo existirem alguns mapas, estes dificilmente se mantinham actualizados.

Recorrendo aos Sistemas de Informação Geográfica para criar cartografia modernizada e aos próprios refugiados em Zaatari, que conheciam o campo melhor do que qualquer pessoa, e a quem foi dada a formação necessária, foi elaborado o mapeamento do campo.

Conheça a história completa em CO.DESIGN

You May Also Like

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *